Caracterizando práticas de assistência de vídeo entre jovens a partir de Fluxos Interacionais

Fernanda Chocron Miranda, David Geerts

Resumo


Esse texto apresenta os resultados de um estudo de diário (baseado em um conjunto de cartões) conduzido por duas semanas, seguido de entrevistas semiestruturadas com dez participantes do gênero feminino que vivem em uma cidade universitária de médio porte localizada na Bélgica. Os achados revelam a diversidade de práticas de assistência de vídeo que prevalecem na era da convergência midiática e como estas são resultado de combinações pluri-dimensionais que essas jovens constroem baseadas em diferentes gêneros e tipos de conteúdo, provedores e telas usados em diferentes espaços e temporalidades. Como resultados apresentamos quatro tipos de fluxos interacionais, cada um centrado em um elemento fixo: conteúdo favorito, determinado provedor, horário ou local específico. Esses fluxos ilustram como novas práticas de assistência de vídeo coexistem com hábitos tradicionais e que estes são resultados de uma reformulação de comportamentos já descritos em estudos anteriores.


Palavras-chave


Consumo de vídeo; Fluxos interacionais; Estudo de diários; Jovens; Bélgica

Texto completo:

PDF PDF (ENGLISH)