Efeitos de sentidos de (in)sustentabilidade nos anúncios impressos do Banco Real/Santander

Dinair Velleda Teixeira

Resumo


Neste artigo, o objetivo é refletir sobre o discurso do Banco Real/Santander1 sob dois aspectos: a) a marca de sua repetibilidade materializada em anúncios veiculados na Veja durante a Década da Educação para o Desenvolvimento Sustentável; b) como o banco constrói processos discursivos que conduzem à produção de efeito de sentidos de sustentabilidade nos anúncios. Dentre outras coisas, foi possível perceber que o processo discursivo do banco está ancorado em dizeres do interdiscurso, que dão origem à tomada de posição e, também, no seu próprio discurso anterior (anúncio).

Palavras-chave


Comunicação organizacional. Discurso. Efeito de sentidos. Publicidade. (In)Sustentabilidade.

Texto completo:

PDF PDF (ENGLISH)