#vergonhabrasil: controvérsias midiatizadas no Twitter durante e após o jogo Brasil 1 x 7 Alemanha

Carlos d’Andréa

Resumo


O trabalho discute a emergência de redes de retweets (RTs) no Twitter na semifinal entre Brasil e Alemanha na Copa do Mundo FIFA 2014. O objetivo é analisar as principais redes de retweets em torno da hashtag #vergonhabrasil durante e após a partida, visando identificar a diversidade de questões levantadas pelos tweets mais retuitados e em que medida as redes agenciadas por essa hashtag alavancaram um fórum híbrido temporário. À luz da Teoria Ator-Rede, consideramos esse megaevento esportivo como um projeto controverso e identificamos que a derrota da Seleção Brasileira (1 x 7) desencadeou uma subcontrovérsia nas redes sociais online, alavancando debates que resignificaram  discussões  relativas à política partidária e identidade nacional. Levando em conta a hibridização das controvérsias com os ambientes midiáticos em que elas se efetivam, produzimos visualizações das principais redes de um dataset com 37.029 retweets e discutimos em termos qualitativos como as associações entre perfis se modificaram ao longo de cinco horas de debate.

Palavras-chave


Controvérsia; Copa do Mundo; Twitter; Teoria Ator-Rede; Hashtag



DOI: http://dx.doi.org/10.1590/rbcc.v39i3.2560