A imprensa, o Twitter e as eleições de 2010 no Brasil

Eduardo Nunomura

Resumo


Este trabalho examina o noticiário político e o Twitter. A investigação discute se o Twitter refletiu o agendamento proposto pelos meios de Comunicação de Massa ou se seus usuários procuraram se manifestar de forma distinta sem se submeter ao discurso da imprensa tradicional durante o segundo turno das eleições presidenciais no Brasil em 2010. Ao analisar a frequência com que a campanha eleitoral atingiu o status de trending topics, constatou-se que de cada dez tópicos populares, três eram ligados ao pleito, com mais da metade das  manifestações favoráveis à candidata Dilma Rousseff. Ao confrontar esses dados com o noticiário publicado em dois veículos de circulação nacional, descobriu-se que houve discrepâncias entre o discurso da mídia e o tipo de abordagem dos assuntos que acabavam por se tornar populares na rede social.

Palavras-chave


Política. Eleições. Twitter. Agenda setting. Mídia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/rbcc.v36i1.1670