Um Pedaço de Madeira e Aço: um estudo semiótico do quadrinho mudo

Leonardo Antônio Fróes Cunha, Naiá Sadi Câmara

Resumo


O presente trabalho busca a identificação do percurso gerativo de sentido na obra “Um Pedaço de Madeira e Aço” (2012), utilizando suas peculiaridades linguísticas como estudo do quadrinho mudo e da narrativa visual. Para isso, foi realizado um estudo bibliográfico com base na semiótica de Courtés e Greimas (2008), a arte de Eisner (2010) e o modelo de análise de Teixeira (2009), levantando questões visuais e pessoais do método de leitura. Com o artigo, conclui-se que o plano de conteúdo e expressão são capazes de gerar sentidos concretos e emocionais mesmo sem o uso das palavras, aproveitando-se, assim, das cores, traços, construção de personagens, passagem do tempo e a interpretação do leitor.


Texto completo:

PDF