Espelhonomia: Como um Reality Show pode ser reflexo de uma sociedade?

Alexandre M. Bulhões, Jefferson C. Acácio, Kayo K. C. Oliveira, Roberto R. M. Cotta

Resumo


Este artigo é o resultado de uma análise sobre as representações culturais apresentadas no reality show Big Brother Brasil 5. O estudo parte de observação do comportamento dos participantes do programa entre Janeiro e Abril de 2005, criticados à luz de teóricos dos estudos culturais e da Comunicação Social. O trabalho propõe uma relação do perfil dos participantes do programa com a realidade brasileira, buscando identificar os grupos culturais apresentados, mostrando que essas representações são a composição da sociedade contemporânea, além disso, expõe-se à influência dos recortes televisivos na conjuntura social. Conclui-se, então, que os media e alguns grupos culturais estão intercalados no contexto da pós-modernidade e como o mutualismo está no ápice, nesta Era da Informação, essas instituições humanas encontram-se em um elevado patamar.

Palavras-chave: Identidades culturais, Big Brother Brasil 5, recortes de TV

Texto completo:

PDF