Relações trabalhistas na era digital: progresso ou retrocesso?

Keise Santos Novaes

Resumo


O artigo tem por objetivo analisar o contexto por trás do avanço dos trabalhos informais no Brasil, considerando as contribuições de Chaves Júnior (2017), Schwab (2016) e Srnicek (2016) como referência teórica. As reflexões são uma síntese dos resultados parciais da Iniciação Científica “Mediações algorítmicas na cultura de consumo material: mapeando aplicativos de moda - funcionalidades e lógicas”, ao abordar a atuação dos aplicativos como fonte de renda. Por fim, observou-se que a precarização e a falta de regularização do trabalho são grandes dilemas em relação à qualidade de vida dos trabalhadores. 


Texto completo:

PDF