A construção do personagem do jornalista no cinema: uma análise dos filmes “The Post: A Guerra Secreta” e “Spotlight: Segredos Revelados”

Victoria Capaldo Cuono, Robson da Silva BASTOS

Resumo


Este trabalho aborda a representação do personagem do jornalista no cinema. Este que é um profissional que está imerso na sociedade, é utilizado muitas vezes em filmes, principalmente, se mostram a representação social, ou seja, as profissões que estão na sociedade. Ao longo da pesquisa, foi levantada a questão da realidade nos filmes norte-americanos, se eles representam a realidade da profissão. O objetivo do trabalho foi pesquisar em bibliografias, assuntos como o cinema e o jornalismo, direcionando no momento em que estes dois assuntos estão juntos, para compreender como o jornalista é representado na sétima arte. Uma das partes fundamentais para o entendimento, foi a realização das análises de cenas dos filmes Spotlight: Segredos Revelados (2016) e The Post: A Guerra Secreta (2017). Há no trabalho uma pesquisa quantitativa realizada a respeito do que as pessoas entendem ao assistir um filme que representa o jornalista. 54 pessoas responderam o questionário e foi observado que, a maioria sabe diferenciar os estereótipos mais construídos nos filmes norte-americanos. Como parte do resultado, foi constatado que o cinema tem se desenvolvido através das décadas, tornando-se uma mídia mundial, onde relata em diferentes visões, a sociedade. A área jornalística, por ser uma vertente importante, foi escolhida diversas vezes para ser contada nesse audiovisual. A relação observador-imagem mudou junto com o cinema, os espectadores conseguem criar uma identificação com os personagens, onde se veem na tela, e entendem a mensagem transmitida no cinema. No que diz respeito ao personagem do jornalista investigativo, pode-se afirmar que há sim, fragmentos de realidade desse profissional nas redações jornalísticas mostradas nos filmes citados. E que, na maioria dos filmes produzidos nos Estados Unidos, é retratado o jornalista estereotipado, às vezes, como herói, às vezes, como vilão. Assim, conclui-se que o cinema é uma ferramenta utilizada para transmitir ideias ao público, assim, tudo o que é representado na grande tela, pode influenciar a forma como a sociedade vê na vida real. E o jornalista não escapa dessa visão única, porém, apenas em histórias baseadas em fatos reais, conseguimos notar fragmentos da realidade da profissão.

 


Texto completo:

PDF