Identidade de gênero e sexualidade: Análise do assassinato de Marielle Franco no O Globo e The Washington Post

Maria Antonia Moráz Fiorini

Resumo


O objetivo deste trabalho é analisar como os jornais O Globo e The Washington Post definiram a sexualidade da vereadora Marielle Franco ao noticiar a sua morte, buscando identificar as marcas identitárias de gênero presentes nestas abordagens midiáticas. Na plataforma online, foram selecionadas uma notícia de cada veículo que mencionasse a orientação sexual de Marielle. O veículo brasileiro a identificou como bissexual e o norte-americano como lésbica.


Texto completo:

PDF