A semiótica em Songs of Innocence: uma análise da capa do álbum da banda U2

Marina Pierine Andrade, Gabrielle Staniszewski, Níncia Teixeira

Resumo


O lançamento de Songs of Innocence da banda irlandesa U2 trouxe algumas controvérsias relacionadas ao significado da imagem utilizada na capa do álbum. Para debater a polêmica que acusa os músicos de “incentivarem a homossexualidade”, aplicamos a teoria semiótica como metodologia e exploramos o contexto de produção do álbum, reconhecendo o cenário sócio-político envolvido e abordando as possíveis interpretações da imagem.


Texto completo:

PDF