Recriando Friends: a potência ativista do videoclipe Moonlight

Raquel Gomes de Souza Silveira, Diego Silva Souza, João Júnior, Wander Soares, Eduardo de Jesus

Resumo


Este estudo propõe analisar o videoclipe Moonlight, do rapper JAY-Z, verificando como este estabelece uma crítica ao racismo no meio audiovisual e comprovar que tal discurso é uma forma de ativismo que rompe com o lugar comum do videoclipe como mero produto de marketing na indústria fonográfica. Para tanto, utilizou-se pesquisa exploratória e qualitativa baseada em revisão bibliográfica e análise de imagem, sob influência do método Panofsky.

Texto completo:

PDF