O enquadramento do sujeito nas páginas de um Jornal Diário

Maria Aparecida Pinto; Marta Regina Maia

Resumo


O objetivo do artigo é analisar o enquadramento conferido ao cidadão comum como fonte de informação na editoria Cotidiano do jornal Folha de S. Paulo, no período de agosto a dezembro de 2010. A partir da perspectiva de uma análise de conteúdo que não confere ao texto um sentido intrínseco, mas que o toma como expressão de significados socialmente inscritos, constata-se um processo de desvalorização da voz do sujeito comum nas notícias estudadas.

Texto completo:

PDF