Narrativas do medo nas redes sociais: um estudo sobre o massacre de Realengo e sua repercussão no Orkut

Carlos Henrique Scherrer de Oliveira, Renata Rezende

Resumo


Esta análise objetiva entender de que forma o discurso do medo é construído pela repercussão de notícias de violência nas redes sociais. A intenção é estudar se e como as reportagens com enfoque em violência, nas mídias tradicionais, repercutem nas redes sociais, constituindo uma cultura do medo própria dessa plataforma digital. Para isso, tomamos como recorte o “Massacre de Realengo” no Orkut.
Palavras-chave: Cultura do medo; violência; insegurança; redes sociais; discurso.

Texto completo:

PDF